#  DESTAQUES  #



















NOBRE GÉNESE

O sobreiro ou como foi classificada no sec. XVIII  por Karl Lineu como "Quercus suber", é uma árvore muito antiga que existe há 30 milhões de anos na zona mediterranica, e em maior número em Portugal.

Trata-se então de uma árvore muito  especial.

Produto natural ao qual estão associados extensos atributos. A cortiça é a casca que se forma no sobreiro. Apresenta-se na forma de tecido suberoso de aspeto alveolar, composta por uma disposição de células em parênquima. Em consequência da sua constituição, o sobreiro torna-se único no mundo pelo seu polimorfismo intenso. Tendo uma capacidade regenerativa excelente e um tecido de proteção, estrutura e composição, dando à cortiça. propiedades físico-mecânicas e químicas imbatíveis.

 

SINGULARIDADES DA CORTIÇA

De entre as diversas propriedades da cortiça podemos salientar:

  • Muito leve. Com uma densidade à volta de 0,2 que lhe confere a tão  conhecida flutuabilidade.
  • Resistente à humidade em função das ceras e dos ácidos gordos que contém, tornando-se quase impermeável.
  • Compressível e elástica por causa da sua estrutura multi-lamelar e composição química.
  • Condutividade térmica muito baixa, tornando-se assim fraca condutora de calor.
  • Resistência ao atrito.
  • Excelente isolante térmico, acústico e vibrático.
  • Pouco inflamável, tendo boa inércia química.
  • O sobreiro a única árvore cuja casca se autorregenera.

 

É O ÚNICO SÓLIDO QUE COMPRIMIDO NÃO SOFRE DILATAÇÃO.

PRODUTO 100% NATURAL E ECOLÓGICO.